Arquivo da categoria: Colunas

Xbox one ou PS4 ?

Xbox-One-Design-der-Konsole-vorgestellt

Falta pouco para a Next Gen ficar completa . Xbox one e PS4 serão lançados no final desse ano e prometem entregar uma boa diversão aos gamers. A proposta dos dois consoles é bem parecida e fico em dúvida de qual aparelho levar pra casa no lançamento?   No xbox one Jogos como Titanfall, Forza 5 e Killer instinct até me fazem querer comprar o xbox one no lançamento.  Estou pensando seriamente em comprar o console mas tenho uma série de dúvidas ainda.  O preço elevado e as pisadas de bola da Microsoft pesam muito na hora de comprar,  não consigo esquecer toda as políticas que a microsoft queria impor no mercado.  Ao menos ela atendeu ao pedido do público e voltou atrás em suas decisões, caso contrário nem compraria o videogame. Os jogos é que me interessam e um dos mais interessantes já anúnciados é Quantum break.

playstation4-1l

Embora a line up do Ps4 não seja a que esperada, sei do potencial das franquias da sony e em breve ( ou não tão breve assim) teremos títulos de peso principalmente por parte da Naughty dog.  Isso me faz querer muito o PS4, o problema é que nenhuma informação sobre o preço oficial por aqui foi divulgada, e fica difícil tomar qualquer decisão. Olhando para os  jogos da line-up eu fico com o Xbox one ,olhando as franquias de peso eu fico com o Ps4 .  É uma Difícil escolha !

E3 2012

Contagem regressiva para a E3 2012 começar . A feira realizada em L.A é palco de grandes revelações, e esse ano não será diferente.

O site Gametrailers irá trasmitir ao vivo as conferências, fiquem ligados e não percam nenhuma das novidades.

Microsoft : 04/06/2012 – 13:30Hrs

EA: 04/06/2012 – 17:00Hrs

Ubisoft : 04/06/2012 – 19:00Hrs

Sony : 04/06/2012 – 22:00Hrs

Nintendo: 05/06/2012 – 13:00Hrs

Um último Suspiro.

Xenoblade cronicles, The Last Story e  Pandora’s tower foram os jogos escolhidos pela Nintendo para fechar o ciclo de vida do Nintendo Wii. Embora Pandora’s Tower tenha sido confirmado apenas na Europa, os games chegam  após uma longa espera e trazem propostas distintas e indispensáveis para quem busca algo novo.

Xenoblade Cronicles

Xenoblade cronicles é obra de Tetsuya Takahashi, game designer responsável por jogos como Xenogears (1998) e Xenosaga trilogy (2002-2006). Takahashi trás a tona a história dos titans Bionis e Mechonis, que após uma árdua luta, acabam sucumbindo e de seus corpos surgem os primeiros laços de vida de uma civilização.

O mundo de xenoblade tem uma magnitude sem precendentes. Fica evidente a vontade dos produtores de levar o jogador à vastidão dos ambientes cercados por montanhas, lagos e vastas planícies. O jogo explora bastante as side quests que em conjunto com a campanha principal pode ultrapassar cem horas de jogo. Os combates em turnos são bem simples: Apertando o botão Z próximo a um inimigo você inicia o modo de batalha, e basta escolher a ação do seu personagem nos menus. O diferencial é que você pode se locomover livremente entre as lutas podendo explorar alguns pontos fracos dos inimigos. Xenoblade executa muito bem essa combinação. Quando seu personagem adquire um novo movimento, a tela de tutorial é aberta para que o jogador aprenda como executar sua nova técnica. Em 1 ou 2 horas de jogo, você estará mais familiarizado ao gameplay. também é possivel controlar qualquer um dos membros da equipe liderada por “Shulk” .

A localização dos personagens cumpre muito bem o seu papel, trazendo a dramaticidade perfeita ao game. A direção de arte impressiona em xenoblade. Destaque para os cenários que possuem detalhes minuciosos. A trilha sonora com solos de guitarra para as batalhas contra chefes e melodias leves, foram feitos para se encaixar perfeitamente em cada momento. A parte sonora ficou a cargo de Yoko Shimomura, Manami Kiyota e os três membros da ACE + (Tomori Kudo, Chico e Kenji Hiramatsu) . Tetsuya takahashi reacende a chama dos RPGs clássicos japoneses.

The Last Story

Hironobu sakaguchi é o principal responsável pelos alicerces dos RPGS japoneses. Em The last story ele mostra que possui o dom de contar belas histórias. Last Story é uma narrativa tocante dividida em capítulos. A história de amor e amizade entre “Zael” e seus amigos não poderia estar em melhores mãos.

O jogo oferece combates em tempo real sem interrupções entre as partidas. Além disso você poderá utilizar os objetos no cenário para se esconder e desferir golpes surpresa em seus oponentes. A execução dos golpes é feita apenas se aproximando dos inimigos sem a necessidade de apertar sequencias de botões. Os modos tradicionais de costumização dos personagens estão presentes também. É possível mudar tudo. Isso reflete não só no campo de batalha, melhorando as habilidades dos heróis, mas no visual dos personagens durante  todo o jogo. Sakaguchi trás um RPG com elementos totalmente originais. A trilha sonora assinada por Nobuo Uematsu dispensa comentários. Ao lado de Lost odyssey , The last Story é o melhor trabalho da Mistwalker.

Pandora’s Tower

A última grande aventura do Wii chega pelas mãos da Ganbarion, empresa responsável por jogos como Ultimate jump stars ( DS ) e One piece Unlimited Cruise para Nintendo wii. Pandora’s tower é uma história de amor e devoção entre Aeron e Helena. Aeron é forçado a entrar na fenda de Okanos, nos confins da Terra, para impedir que sua amada se transforme totalmente em monstro. Enquanto sua maldição não for quebrada, Helena depende da coragem de Aeron para trazer a energia vital dos monstros que habitam o local. Aqui a narrativa só serve como pretesto, pois o foco principal são os combates que exploram bastante o uso dos sensores de movimento do Wii. O gameplay sólido compensa a história clichê.

Pandora’s tower é um game de ação e exploração com diversos elementos de RPG. Com o botão A os ataques com a espada são desferidos, mirando na tela e apertando o botão B você utiliza a corrente sagrada de Oraclos, que é bem explorada nos puzzles em cada ambiente. O Nunchuck é responsável pela movimentação do personagem e seus movimentos de esquiva. A atmosfera lembra jogos como Shadow Of The Colossus e Castlevania. É inevitável não compará-lo a obra de Fumito Ueda, já que o protagonista parte em uma busca desesperada para salvar a sua amada.

Há uma variedade de ambientes para serem explorados e cada local possui seu próprio tema. A trilha sonora é muito bem elaborada principalmente nas lutas entre os chefes. O jogo traz cenários com contruções gigantescas e ótimos lances de câmera. Mesmo não sendo nos mesmos moldes de Xenoblade e The last Story, Pandora’s tower não deixa de ter seus méritos.

Samus está chegando!

É difícil conter a empolgação com o lançamento de mais uma aventura de Samus prestes a desembarcar no Nintendo wii . Daqui a poucos dias, estaremos com as mãos nesse incrível game desenvolvido pela Nintendo em parceria com o Team Ninja.

Se Metroid prime revolucionou a série, Metroid Other M Pretende alcançar um novo nível. Essa é a melhor definição para a experiência que Other M pretende trazer aos gamers, resgatando a perspectiva dos jogos clássicos da série. O Team Ninja se encarregou de adicionar sutis inovações, como os combates corpo a corpo insanos que acontecem durante a partida. A visão em primeira pessoa continua, mas aqui ela é usada para investigar os ambientes de forma similar aos visores dos títulos da série Metroid Prime.

Quanto ao enredo, Other M se passa entre Super Metroid e Metroid Fusion. Podemos esperar por revelações intrigantes sobre o passado obscuro de Samus. Um dos produtores do jogo, chegou a dizer que veremos uma Samus muito mais humana. O que posso dizer é que se tratando de Metroid o enredo concerteza é fascinante.

Other M é o game mais bonito do wii que já vi até agora. Belos efeitos visuais aliados a um design de fases primoroso de encher os olhos. Destaque também para as belíssimas CGs, de deixar qualquer um de queixo caído. As músicas parecem estar nos mesmos moldes da série prime, quem jogou sabe como a trilha sonora é marcante, trazendo o clima ideal para a exploração dos ambientes e batalhas.

Tenho motivos de sobra para estar tão ancioso pela volta de Samus. Afinal! Metroid foi um dos games que mais joguei nos consoles da Nintendo e em breve, poderei jogar essa obra prima até meus dedos caírem. Que chegue logo o dia 31 de agosto!

Que venha a E3 2010

A maior feira de games do mundo está chegando. Realizada  em Los Angeles, a E3 reuni as principais empresas do mercado. E esse ano muitas surpresas devem rolar. 

Eu particularmente,fico mais ancioso pelos anúncios de novas franquias durante a feira. Esse ano, além das grandes surpresas, espero ver demos jogáveis de Metroid Other M, Castlevania Lord Of Shadows entre outros. É inevitável o furor que a feira causa entre os gamers, é quase como uma Copa Do Mundo. Por conhecidência  a feira acontece no dia 15, um dia após o inicio da Copa.  

Espero que a E3 desse ano, seja tão boa quanto a do ano passado, onde Project natal, New Super Mario Bros e vários outros games roubaram a cena.Todos devem estar loucos para ver as novidades. Ainda mais que, anúncios feitos pelas empresas e produtores, prometem sequências de jogos e grandes revelações a serem feitas .  

A Microsoft provavelmente, deve demostrar as funcionalidades de seu novo acessório, o Project natal.  A Sony por sua vez, investe na compatibilidade 3D em seus jogos e também em seu novo controle com sensores de movimento, o Psmove. Por parte da Nintendo ainda é uma incógnita, conhecida por se manter quieta em tempos prévios da E3. A empresa sempre guarda algum truque na manga.

É claro que as novidades, não ficam só por conta das empresas fabricantes de seus consoles, as third partys também preparam uma lista enorme de bons jogos. Estarão lá empresas como Konami, Sega, Rockstar, Squareenix, Activision, Epic games entre várias outras. Podemos esperar muito dessa E3, acredito que seja a melhor dos últimos anos. 

Independente de qual console você tenha, é importante torcer para que excelentes games sejam mostrados , no final quem ganha é você.

Novas formas de se jogar.

Me lembro de alguns anos atrás, quando a Nintendo havia dito, que os jogadores ficariam surpresos com as novas formas de se jogar, em seu novo console. Ná época chamado de Nintendo revolution.

Quando as capacidades do Nintendo wii, foram mostradas na E3 de 2006, muita polêmica foi criada em torno do seu controle revolucionário. Não só por parte da imprensa especializada, mas pelo público em geral.

Várias discussões foram criadas e muitos acharam, que a Nintendo estava remando contra a maré.  A aposta da Nintendo deu certo, e  Sony e Microsoft, se esforçam agora em oferecer uma experiência tão inovadora quanto a  do console da Nintendo.             

                                                                                                                                                                                   

A minha maior aposta fica em torno do Project natal, a liberdade de movimentos ,  é bem interessante, mas o sucesso dependerá muito de bons títulos, já que é apenas um acessório e não um contole propriamente dito,como no Nintendo wii.                                                     

                                                                                                                                            

O Psmove  em  minha opinião nada mais é do que um wii remote mais robusto, embora seu visual seja um tanto estranho, seu formato  se assemelha bastante com o controle do Nintendo wi.   Tenho dúvidas se depois de tanto tempo, esses novos acessórios terão sucesso.

O fato é que, graças a Nintendo o mercado que antes começava a ficar saturado, hoje abrange um público muito maior, e é claro que Sony e Microsoft tentarão abocanhar um pedaço da fatia.

Games Marcantes

Alguns games nos marcam de forma única, seja pelo enredo, trilha sonora, jogabilidade  e cada gamer, têm sua série preferida ou um game mais marcante, Metal Gear Solid é a minha série de games preferida, foi no Ps1 onde tive o primeiro contato, com a obra prima de Hideo Kojima, naquela época, não tinha visto, um game com tamanho realismo, jogabilidade interessante e um enredo matador, mas não pense que Metal gear solid é o game que mais me marcou aos longos desses anos.       

                                                                                                                                      

Apesar de ter jogado clássicos como Super Mario Bros 1 2 e 3 , jogos do Atari como Pitfall, o game que mais me marcou foi Sonic The Hedghog 2 (Mega Drive), já havia jogado o game do azulão no Master System, mas na geração  16 bits era o game que mais jogava, nunca deixei de lado o Super Nintendo, com seus grandes jogos e nem os outros titulos do Mega, mas Sonic 2 possuía, uma trilha sonora marcante,belos efeitos visuais e bons desafios no decorrer da aventura,  velocidade era o que não faltava no jogo,  tudo o que você não vê nos atuais games do ouriço, é verdade que  um ou outro game se salva, como é o caso de Sonic Adventure 1 e 2 (Dreamcast) e Sonic and ther secret rings (WII).

Assim como Mario, sonic é um dos ícones mais importantes da indústria, tenho fé que Sonic 4 relembre os tempos aúreos do Mega Drive e coloque o ouriço e seus amigos no topo dos jogos de plataforma mais divertidos, aposto que muitos como eu, sentem o mesmo carinho por mascotes como sonic que marcaram uma geração interia de gamers.

A!essandro .